terça-feira, 3 de novembro de 2009

Testemunho de Vida

A Paz de Jesus e Amor de Maria.

Boa tarde. Meu nome é. Patricio Lucio de Almeida Neto. Tenho 41 anos de idade. Sou casado á 14 anos. Tenho 02 dois filhos. Um de 12 e outro de 14 anos de idade. Moro em São Paulo – SP.

Para glória do Senhor...Meu testemunho.

1 – HOMEM VELHO.

Fui uma pessoa egoísta. Vivia a auto-suficiência. Adorava o próprio corpo. Não respeitava minha esposa e acho que nem a amava como verdade marido. Eu amava futebol, amava bebedeira e fazer churrasco. Amava malhação e academia. Colocava esses prazeres do mundo na frente de tudo, na frente da minha esposa e até mesmo para com os deveres cristão. Fui tão egoísta e infiel. Que o encardido achou a mim e a minha esposa como presas fáceis. E foi o que aconteceu. Fiquei tão cego que achava que era capaz de viver sozinho, pois pensava que mulher tem em todo lugar. Fiquei completamente seco e estúpido com minha esposa. Nem a procurava mais na intimidade. Tinha escamas em meus olhos. O Encardido mandou um presente para minha esposa. No dia 19/10/2008 Colocou na vida dela um rapaz, jovem, com poder financeiro e que jurou mundos e fundos para ela. É. O Encardido Também colocou escamas nos olhos dela. Ficou tão cega que achava que poderia refazer sua vida e sua família com outra pessoa. Teve toda aquele briga que costumamos ver no dia a dia e que parece ser tão normal. Ódio, palavrões, ofensas de diversas formas. Parece que a treva reina neste momento. Fiquei muito triste. Parecia que tinha levado uma facada no peito. Homem que é homem pensa assim: Traição tão grande não pode relevar e nem perdoar. O Homem se sente um lixo. Ele por misericórdia de Deus me levou a um grupo de oração aqui na paróquia e nos Separamos. O Encardido dava pulos de alegria. E o pior, eu tinha a impressão que ele soprava em meus ouvidos ou entrava em meus pensamentos e mandava eu fazer uma loucura. Mata ela.Ou Pula você da janela. A janela do 5º andar parecia ser tão baixa para mim. Aquele grupo de oração que ela me levou, eu entrei me arrastando. O Pregador no dia acha que falava do amor de cristo. Eu chorei tanto, mais tanto que não conseguia parar. O Pregador fazia um desafio, mandava a gente se ajoelhar perante o sacrário, no tercei Eu gritei socorro, Pois não agüentava mais viver na escuridão, com ódio no coração, eu estava morrendo por dentro. Na terça-feira de carnaval dia 24/02/2009 Eu participei de uma pregação do coordenador aqui da nossa paróquia só que fomos em outra paróquia. ALI eu senti o abraço e todo zelo do Nosso senhor Jesus Cristo.

2 – HOMEM NOVO

Terminou a pregação, senti-me tão forte, tão cheio do Espírito Santo. A graça estava em meu coração. E Pensei assim: Quero isso para mim. Quero ser servo e ficar sempre perto de Deus ou o mais próximo possível. No inicio eu sabia que era uma forma de troca, eu queria a cura para a minha dor, então eu ficaria ajudando. E participando de todos os grupos de orações e de todas as missas, coisas que eu nunca fiz quando tinha minha família. Um dia fui convidado a participar do curso Paulo Apóstolo da RCC. Eu fui, lá eu encontrei o primeiro pregador da primeira vez que fui no grupo de oração. Lembra? Ficamos grandes amigos. Aquilo foi muito bom para mim. Uma pessoa muito ungida e coordenador também. Não pelo cargo, mas pela fé que o colocou a frente. Isso é muito bom. Meu coordenador sempre disposto e pronto a ajudar, me acolheu a todo instante e nunca teve cara feia. Um grande coordenador e pastor de ovelhas. A MUDANÇA. Comecei a desejar o Espírito Santo em minha vida. Virei servo ativo e participante das formações. Enquanto eu não vivia a obra, nada acontecia em minha vida. Tava 1x0 para o encardido. Mas quando meu coodernador falou. Entregue seus problemas de verdade aos pés da cruz. E se abandone em Cristo, e deixe que o restante ele vai agir e tomar a frente. Foi o que eu fiz. Entreguei e vivi a obra, participando, orando, intercedendo e fui transformando a minha vida, tive repousos estranhos e tive também libertação de minha infância que trazia até hoje. Pois fui menor abandonado e interno na FEBEM de São Paulo. Meus dois últimos repousos eu tremia e sacudia no chão. Parecia que estavam com martelinho tirando as pedras do meu coração. A crosta que impedia a graça de entrar. E entrou. Pela misericórdia de Deus. Pois sem ele nada acontece. Eu fui curado e libertado. O ódio saiu de mim. A dor passou com o tempo. No dia 29/06/2009 dia do meu aniversário, minha esposa procurou-me e conversamos nós ainda meio com pé atrás, não aceitei, mais ela queria a volta. Eu estava quase sendo envolvido por outra pessoa, pois o encardido estava me enviando um presente também. Eu estava quase pegando o presente. Mas o Espírito Santo foi mais forte em minha vida e me deu a chance que eu tanto queria, depois de 04 dias, voltei para minha esposa, no inicio ficamos como namorados, mas desde o primeiro dia eu dormi em nossa cama e nunca mais saí de lá. Tivemos algumas brigas sim. Um dia falei que gostaria de ir embora de vez, eu estava mesmo querendo ir embora, Mas o Espírito Santo manifestou sua força em mim novamente E eu fiquei tão estranho, tremia e não ficava em pé direito. Tinha uma bola em minha garganta, só voltei ao normal depois que liguei para ela e falei o quanto a amava. Aí sim voltei ao normal. E sabe onde eu estava neste momento, no curso Paulo Apóstolo e foi logo após clamarmos o Espírito Santo, ele sempre em minha vida. Ohhh glória.Minha família hoje é restaurada no fogo. Somos da igreja católica apostólica romana sim...Graças a Deus.

Para fechar com chave de ouro.

Participamos do retiro para servos do setor líder aqui da zona leste. No sábado, dia de adoração ao santíssimo, eu vi a hóstia sangrando.Não é incrível?

E o esplendor maior, o manifesto glorioso, foi no domingo, após muita oração e fervor no espírito. Minha esposa começou a orar em língua. E o mais incrível, tudo que ela falava em línguas, vinha no meu coração em português. Quando terminou e fomos almoçar. Eu falei para ela com toda certeza absoluta. Eu sei o que você falava quando orava em línguas. Ela olhou espantada. E eu falei. Você falava assim: Meu senhor e meu Deus. O senhor é meu pastor e nada me faltará!

Ela confirmou tudo. O Espírito Santo manifestou mais uma vez seu poder e sua misericórdia em minha vida. Hoje somos verdadeiros amantes, namorados e SERVOS fervorosos. Dia 04/11/2009. Daremos nosso primeiro testemunho em um encontro da família. Espero que meu testemunho sirva para edificar mais ainda as obras do nosso senhor Jesus Cristo.

Tudo em nome do Senhor.

AMÉM...

2 comentários:

Dri Viaro disse...

Oi, passei pra conhecer o blog, e desejar boa tarde
bjsss

aguardo sua visita :)

Paoli disse...

A mudança acontece quando deixamos ser guiados pelo amor de Deus.
Quamdo perdemos a auto suficiência e abandonamos a "vaidade humana" e quando nos deixamos ser guiados por Deus. Nestres meus 26 anos de matrimônio, aprendi que focamos mais nos defeitos do outro, somos egoistas...
O amor é que nos permite olhar com olhos generosos... Temos na vida a dois muitos motivos para separar, mas o amor hoje 2010 para estarmos juntos.

Oração do Magnificat (Lc 1, 46-56)


Minha alma glorifica o Senhor, 
Meu espírito exulta de alegria
Em Deus, meu salvador, 
Porque olhou para sua pobre serva. 
Por isso, desde agora, 
Me proclamarão bem-aventurada todas as gerações, 
Porque realizou em mim maravilhas aquele que é poderoso
E cujo nome é Santo. 
Sua misericórdia se estende, de geração em geração, 
Sobre os que o temem. 
Manifestou o poder do seu braço, 
Desconcertou os corações dos soberbos. 
Derrubou do trono os poderosos
E exaltou os humildes. 
Saciou de bens os indigentes 
e despediu de mãos vazias os ricos. 
Acolheu a Israel, seu servo, 
Lembrado da sua misericórdia, 
Conforme prometera a nossos pais, 
Em favor de Abraão e sua prosperidade, para sempre.