quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

O que sai do homen é o que o torna impuro

Essa é a frase do Evangelho de hoje. "O que sai do homem é o que o torna impuro".
E não é verdade? Quanta porcaria sai da nossa boca para maldizermos alguma coisa, para falarmos mal de alguém, para reclamarmos de nossa vida e muitas outras coisas que não convém citar aqui.
Já ouvi falar também que a boca fala do que o coração está cheio. Então faça uma reflexão de sua vida. O que tem saído da sua boca? O que você tem falado para seus pais, seus filhos, marido, mulher que os tem magoado?
Se as suas palavras não tem edificado a vida de ninguém e convertido o coração de ninguém, podes ter certeza que ele não está cheio de Deus, não está cheio do amor que vem de Deus.

A quaresma está chegando, para nesse momento repensarmos em nossa vida, pedirmos perdão dos nossos pecados e nos aproximarmos mais do Senhor, enchermos o nosso coração com seu amor. Para que possamos falar aquilo que só pode vir dele.

Fique com Deus.

Um comentário:

ICPNI disse...

A tua boca te condena, e não eu; e os teus lábios testificam
contra ti.
Jó 15:6

Oração do Magnificat (Lc 1, 46-56)


Minha alma glorifica o Senhor, 
Meu espírito exulta de alegria
Em Deus, meu salvador, 
Porque olhou para sua pobre serva. 
Por isso, desde agora, 
Me proclamarão bem-aventurada todas as gerações, 
Porque realizou em mim maravilhas aquele que é poderoso
E cujo nome é Santo. 
Sua misericórdia se estende, de geração em geração, 
Sobre os que o temem. 
Manifestou o poder do seu braço, 
Desconcertou os corações dos soberbos. 
Derrubou do trono os poderosos
E exaltou os humildes. 
Saciou de bens os indigentes 
e despediu de mãos vazias os ricos. 
Acolheu a Israel, seu servo, 
Lembrado da sua misericórdia, 
Conforme prometera a nossos pais, 
Em favor de Abraão e sua prosperidade, para sempre.